Expropriação e Memória da região dos tabuleiros de cana

Autores

  • Lúcio Vasconcellos de Verçosa
  • Maria Aparecida de Moraes Silva

DOI:

https://doi.org/10.46269/1112.436

Resumo

O presente estudo objetiva analisar o processo de expansão da lavoura canavieira para a região dos tabuleiros alagoanos, em face das transformações na estrutura fundiária e nas relações de trabalho. A referida expansão, iniciada na década de 1950, será abordada sob as óticas da memória, trabalho e resistência. Para atingir tal escopo, foram realizadas pesquisas bibliográficas e entrevistas com ex-moradores de engenhos e fazendas canavieiras de Alagoas. As entrevistas foram conduzidas por meio da perspectiva dos estudos sobre memória (Thompson, 1992; Bosi, 1987 e 2004) que norteiam o uso da metodologia da história oral.

Publicado

2020-05-03

Edição

Seção

Artigos