Atletas, ex-atletas e participação sociopolítica no contexto do cenário pandêmico Covid-19

uma análise de perfis do Twitter

Autores

  • Doiara Silva dos Santos
  • Clarisse Silva Caetano
  • Thalia Miranda Rufino

DOI:

https://doi.org/10.46269/9220.599

Palavras-chave:

Netnografia. Esporte. Discursos. Poder simbólico. Participação sociopolítica.

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar a participação social e/ou posicionamento sociopolítico de atletas e ex-atletas brasileiros sobre o cenário pandêmico COVID-19 expressos em suas mídias sociais. Procedeu-se uma netnografia de março a maio de 2020, catalogando-se postagens e repostagens de atletas e ex-atletas sobre o cenário pandêmico, submetidas à análise do discurso. Como resultados parciais, nota-se que, entre atletas em atividade, predominam discursos articulados  à promoção e realização de ações solidárias diante do cenário pandêmico, como forma de potencializar a imagem positiva da figura do atleta e instituições às quais se vincula (clube, patrocinadores, etc.). Ex-atletas, por sua vez, têm demonstrado suas percepções, opiniões, críticas, posicionamentos e ideias sobre o contexto sociopolítico geral e a pandemia, para além do campo esportivo.

Referências

AGRESTA, Marisa Cury; BRANDAO, Maria Regina Ferreira; BARROS NETO, Turíbio Leite de. Causas e consequências físicas e emocionais do término de carreira esportiva. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, Niterói, v. 14, n. 6, p. 504-508, 2008.

Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922008000600006&lng=en&nrm=iso Acesso em: 14 mar. 2020.

AMARAL, Adriana; NATAL, Geórgia; VIANA, Luciana. Netnografia como aporte metodológico da pesquisa em comunicação digital. Cadernos da Escola de Comunicação, n.6, p.1-12. 2008. Disponível em:

AZEVEDO, Victor Valdez Dantas; MEZZAROBA, Cristiano; ZOBOLI, Fabio. A influência da mídia na construção de ídolos esportivos para os jovens. Kinesis, v.32, n.1, 2014. Pp.75-94

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Lisboa: Deifel, 1989.

BROWN, Sarah; BRISON, Natasha. More than na athlete: constitutional and contractual analysis of activism in professional sports. Sports and Enterntainment Law Journal, Arizona State University, v.1, n.2, 2018.

CAPRARO, André Mendes et al. A imagem do atleta: publicidade em ano de Copa do Mundo de Futebol (Alemanha - 2006). Rev. bras. educ. fís. esporte, São Paulo, v. 25, n. 1, p. 163-171, Mar. 2011 . Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1807-55092011000100015&lng=en&nrm=iso Acesso em: 14 mai. 2020.

CASELLI, Thais; PIMENTA, Francisco. Twitter: a nova ferramenta do jornalismo. In: XVI Congresso Brasileiro Ciências da Comunicação, 2011.

CASTELLS, Manuel. Communication Power. New York: Oxford University Press, 2009.

CAVALCANTI, Everton de Albuquerque; CAPRARO, André Mendes. A mídia e o ídolo Ronaldo: analisando as matérias da folha online (2002-2009). Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Porto Alegre, v. 35, n. 3, p. 741-755. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32892013000300015&lng=en&nrm=iso Acesso em: 14 mai. 2020

COMM, Joel. O poder do twitter: estratégias para dominar seu mercado e atingir seus objetivos com um tweet por vez. São Paulo: Gente, 2009.

EVANS, Adam, B.; DOLAN, Paddy.; BACKWELL, Joanna.; FAHLÉN, Josef. Sport in the face of the COVID-19 pandemic: towards an agenda for research in the sociology of sport. European Journal for Sport and Society, v. 17, n.2, 2020, pp.85-95.

GIGLIO, Sergio Settani. Futebol: mitos, ídolos e heróis. 2007. 160 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física). Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2007.

GILL, Rosalind. Análise de discurso. In: BAUER, Martin W.; GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. 4.ed. Petrópolis: Vozes, 2002.

GONÇALVES, Carla Ferreira; COELHO, Joaquim Humberto; MEIHY, José Carlos Sebe Bom. Heróis e/ou vilões olímpicos: duas fazes da mesma moeda? In: RUBIO, Katia (Org.) Narrativas biográficas: Da busca à construção de um método. São Paulo: Képos, 2016. pp. 183-212.

HELAL, Ronaldo. Mídia, ídolos e heróis do futebol. Revista de Comunicação, Movimento e Mídia na Educação Física, Santa Maria, v. 2. n.2, 1999.

LUVIZOTTO, Caroline Kraus. Cidadania, ativismo e participação na internet: experiências brasileiras. Comunicação e Sociedade, Braga , v. 30, p. 296-312, dez. 2016. Disponível em <http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2183-35752016000200010&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 03 jun. 2020.

MAYFIELD, Antony. What is social media? New York: iCrossing, 2008.

MANN, Robert H.; CLIFT, B. Clift; BOYKOFF, Jules; BEKKER, Sheree. Athletes as community; athletes in community: covid-19, sporting mega-events and athlete health protection. British Journal of Sports Medicine, 2020.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (org.). Pesquisa Social.

Teoria, método e criatividade. 18 ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

MORATO, Marcio Pereira; GIGLIO, Sérgio Settani; GOMES, Mariana Simões Pimentel. A construção do ídolo no fenômeno futebol. Motriz. Rio Claro, v. 17, n. 1, p. 01-10, 2011. Disponível em: < https://www.scielo.br/pdf/motriz/v17n1/a01v17n1.pdf> Acesso em 24 de set. de 2020.

PEREIRA, Bruna Opieco, et al. O esporte e a Indústria Cultural: A espetacularização e mercantilização do esporte na sociedade líquido-moderna. The Journal of the Latin American Socio-cultural Studies of Sport (ALESDE), [S.l.], v. 6, n. 1, p. 1-10, dec. 2017. ISSN 2238-0000. Disponível em: <https://revistas.ufpr.br/alesde/article/view/46972/34167>. Acesso em: 19 may 2020.

PILLATTI, Luiz Alberto. Guttmann e o tipo ideal do esporte moderno. In: PRONI, M.; LUCENA, Ricardo Figueiredo (orgs). Esporte: história e sociedade. Campinas: Autores Associados, 63-76, 2002.

RUBIO, Kátia. O legado heroico do papel social do atleta. In: DACOSTA, Lamartine. Legado de megaeventos esportivos. Brasília: Ministério do Esporte, 2008. p.217-225.

SANTOS, Doiara Silva; MEDEIROS, Ana Gabriela Alves. O discurso midiático e as representações sociais do esporte: o atleta como modelo de comportamento. Pensar a Prática, v. 12, n. 3, 30 nov. 2009

SILVA, Suelen de Aguiar. Desvelando a Netnografia: um guia teórico e prático. Intercom, Rev. Bras. Ciênc. Comun., São Paulo , v. 38, n. 2, p. 339-342, Dec. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-58442015000200339&lng=en&nrm=iso Acesso em 14 de mai 2020.

SILVA, Ana Márcia; DAMIANI, Iara Regina. As práticas corporais na contemporaneidade: pressupostos de um campo de pesquisa e intervenção social. In: SILVA, Ana Márcia; DAMIANI, Iara Regina (Org.). Práticas Corporais: Gênese de um movimento investigativo em Educação Física. Vol. 1. Florianópolis: Nauemblu Ciência & Arte, 2005. pp.17-29

SOUSA JUNIOR, João Henriques de et al. Da Desinformação ao Caos: uma análise das Fake News frente à pandemia do Coronavírus (COVID-19) no Brasil. Cadernos de Prospecção. Salvador, v. 13, n. 2, Edição Especial, p. 331-346, abril, 2020.

Publicado

2021-09-09