Aberrações tropicais: representações da monstruosidade no teatro Latino-Americano

Autores

  • Marco Antonio Gavério Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de São Carlos

DOI:

https://doi.org/10.46269/9220.548

Palavras-chave:

Artes e performances; América Latina; Deficiencia; aberrações; Análise Cultural

Resumo

O texto é uma resenha da obra da investigadora Analola Santana sobre as performances artísticas latinas que trabalham com a estética das aberrações.

Biografia do Autor

Marco Antonio Gavério, Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de São Carlos

Bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e mestrando pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia pela mesma universidade. Com ênfases na Sociologia e Antropologia suas pesquisas lidam com o tema central da deficiência como fenômeno histórico, social, cultural e político. Em consonância com tal temática as discussões se baseiam em assuntos como corporalidade, gênero e sexualidade. Em sua monografia tratou de avaliar parte da bibliografia teórica social internacional existente sobre deficiência, chamada amplamente de disability studies desde os anos 1980, que primeiramente a postulou distante das causalidades exclusivamente biomédicas e das noções de deficiência como tragédia e sofrimento pessoal. Atualmente sua pesquisa no mestrado acumula esse conhecimento referido e avança sobre a questão pelo que o autor tem chamado de desejo pela deficiência argumentando que, de certo modo, a deficiência pode tanto ser uma possível referência estético-corporal para determinados indivíduos como ponto erótico-afetivo nas relações que a envolvem (

Referências

CHEMERS, Michael M. Staging Stigma: A Critical Examination of the American Freak Show. New York, NY: Palgrave Macmillan, 2008

Publicado

2021-09-09