Quais são os ingredientes da pesquisa sociológica? O pesquisador que é a pesquisa, a pesquisa que é o pesquisador

Autores

  • João Gabriel Selles Pelegrini

DOI:

https://doi.org/10.46269/9ee20.516

Palavras-chave:

Pesquisa sociológica – pandemia – dialética– sujeito – objeto de pesquisa.

Resumo

Neste ensaio, a partir da ideia movediça de que as relações sociais podem ser o que elas não são e seu ser se definira partir dessa relação, apresentamos os (in)cômodos próprios da pesquisa sociológica e do trabalho do(a) pesquisador(a) em seu universo paralelo, não apenas em tempos pandêmicos. Trabalho social que não tem como meta a fantasia, mas objetiva produzir conhecimento sobre nossos objetos sociais.Nas linhas que seguem, a lógica do caminho de pesquisaé descrita acompanhada pela melodia de uma canção que estetiza as incertezas alegres que emergem da percepçãode que o objeto sociológico é também por não ser e, exatamente por esse motivo, se constitui através de nós.

Referências

HEGEL, Georg W.F. Introdução. In: Fenomenologia do Espírito. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2014, p. 69-79.

MARX, Karl. O método da economia política. In: Grundrisse. São Paulo: Boitempo, 2011, p. 55-61.

WEBER, Max. A Objetividade do Conhecimento nas Ciências e Política Sociais. In: Ensaios sobre a teoria das ciências sociais. São Paulo: Centauro, 2003, p.1-74.

Publicado

2020-12-17

Edição

Seção

Edição Especial (in)cômodos