De Veneza a Chapecó: crônicas de isolamentos sociais em suas múltiplas experiências

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46269/9ee20.480

Palavras-chave:

Covid-19, quarentena, experiências

Resumo

Este ensaio traz crônicas de quarentena experienciadas de maneiras diferentes durante a pandemia de Covid-19. Trata-se de um misto entre os relatos sobre as diferentes quarentenas que vivi em três cidades diferentes - Veneza, Florianópolis e Chapecó -, as subjetividades que foram mudando ao longo do tempo e as percepções individuais da experiência coletiva, temporal, geracional, de gênero e de classe.

Biografia do Autor

Eloisa Rosalen, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação (2011) e mestrado em História (2016) pela Universidade Federal de Santa Catarina, com a dissertação intitulada Vidas (entre) laçadas: Relações de gênero nas memórias do exílio brasileiro (1964-1979). Atualmente é doutoranda em História também na Universidade Federal de Santa Catarina, com bolsa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), e realizou doutorado sanduíche na Università Ca Foscari Venezia, com bolsa do PDSE/CAPES. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil, atuando principalmente nos seguintes temas: exílio, relações de gênero, memórias, e ditadura militar.

Referências

BOND, Letycia. SP: violência contra mulher aumenta 44,9% durante pandemia. Agência Brasil, 20 abr. 2020. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/direitos-humanos/noticia/2020-04/sp-violencia-contra-mulher-aumenta-449-durante-pandemia. Acesso em: 22 abr. 2020.

BRAH, Avtar. Diferença, diversidade, diferenciação. Cadernos Pagu, v. 26, p. 329-376, jan-jun. 2006

BRASIL vai monitorar passageiros vindos de Itália, França e Alemanha com sintomas de coronavírus. TERRA, 24 fev. 2020. Disponível em: https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/saude/brasil-vai-monitorar-passageiros-vindos-de-italia-franca-e-alemanha-com-sintomas-de-coronavirus,f96f7ed30ef396d52adb9e7a7a0e110f9p2ozt2v.html. Acesso em: 26 fev. 2020.

CANDIDO, Marcia R; CAMPOS, Luiz A. Pandemia reduz submissões de artigos acadêmicos assinados por mulheres. Dados: Revista de Ciências Sociais, 14 mai. 2020. Disponível em: http://dados.iesp.uerj.br/pandemia-reduz-submissoes-de-mulheres/. Acesso em: 22 mai. 2020.

CORONAVÍRUS: OMS declara pandemia BBC, 11 mar. 2020. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/geral-51842518. Acesso em: 13 mar. 2020a.

CORONAVÍRUS é mais letal entre negros no Brasil, apontam dados do Ministério da Saúde. G1, 11 abr. 2020. Disponível em: https://g1.globo.com/bemestar/coronavirus/noticia/2020/04/11/coronavirus-e-mais-letal-entre-negros-no-brasil-apontam-dados-do-ministerio-da-saude.ghtml. Acesso em: 12 abr. 2020b.

CORONAVÍRUS: o que é um vírus endêmico, como pode se tornar o Sars-Cov-2. BBC, 19 mai. 2020. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/geral-52722190 Acesso em: 20 mai. 2020c.

CRENSHAW, Kimberlé. A interseccionalidade na discriminação de raça e gênero. Ação Educativa. 2004. Disponível em: http://www.acaoeducativa.org.br/fdh/wp-content/uploads/2012/09/Kimberle-Crenshaw.pdf. Acesso em: 10 ago. 2018.

DAVIS, Angela. Mulheres, raça e classe. São Paulo: Boitempo Editorial, 2016.

DE MELLO, Anahi. G.; NUERNBERG, Adriano H. Gênero e deficiência: interseções e perspectivas. Estudos feministas, v. 20, n. 3, p. 635–655, dez. 2012.

DE PIERO, Bruno. Mães na quarentena: Isolamento social lança luz sobre desigualdade de gênero na ciência. Pesquisa Fapesp, 19 mai. 2020. Disponível em: https://revistapesquisa.fapesp.br/maes-na-quarentena/. Acesso em: 07 jun. 2020.

DINIZ, Debora. O que é deficiência. São Paulo: Editora Brasiliense, 2017.

ESTADO DE SANTA CATARINA. Decreto nº 509, de 17 de março de 2020. Florianópolis, SC, Disponível em: http://www.doe.sea.sc.gov.br/material2/Edicao_Extra/Jornal_2020_03_17-A_ASS.pdf. Acesso em: 23 mai. 2020a

ESTADO DE SANTA CATARINA. Decreto nº 525, de 17 de março de 2020. Florianópolis, SC, Disponível em: https://www.sc.gov.br/images/Secom_Noticias/Documentos/VERS%C3%83O_ASSINADA.pdf. Acesso em: 23 mai. 2020b.

ESTADO DE SANTA CATARINA. Decreto nº 525, de 23 de março de 2020. Florianópolis, SC, Disponível em: https://www.sc.gov.br/images/DECRETO_525.pdf. Acesso em: 23 mai. 2020c.

MATTEI, Lauro. A COVID-19 em SC: Chapecó é o Novo Epicentro da Doença no Estado. Boletim COVID-19 em SC, n. 2, 18 mai. 2020. Disponível em: https://noticias.paginas.ufsc.br/files/2020/05/19.05.20-Boletim-n.2.pdf. Acesso em: 20 mai. 2020.

ONU MULHERES. Trabalhadoras domésticas remuneradas na América Latina e no Caribe frente à crise do Covid-19. BRIEF, América Latina, n. 1.1, p. 1-19, 12 jun. 2020. Disponível em: https://oig.cepal.org/sites/default/files/pt-trabajadoras_del_hogar_portugues-.pdf. Acesso em: 10 jul. 2020.

PISCITELLI, Adriana. Interseccionalidades, categorias de articulação e experiências de migrantes brasileiras. Sociedade e cultura, v. 11, n. 2, dez. 2008.

SCOTT, Joan W. A invisibilidade da experiência. Projeto História, São Paulo, v. 16, p. 297-325, fev. 1998.

SCOTT, Joan W. Gênero: Uma categoria útil de análise histórica. Educação e Realidade. Porto Alegre, v. 20, n. 2, p. 71-94, jul-dez. 1995.

SCOTT, Joan W. O enigma da igualdade. Estudos Feministas, Florianópolis, v. 13, n. 1, p. 11-30, jan. 2005.

SIRINELLI, Jean-François. A geração. In: AMADO, Janaína; FERREIRA, Marieta de Moraes (org.). Usos e abusos da história oral. 8º Ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 1996. p. 131-137.

Publicado

2020-12-17

Edição

Seção

Edição Especial (in)cômodos