Vitrine do Desejo: Masculinidades e Visibilidade Homoerótica nas Mídias Digitais de Busca de Parceiros Online

Autores

  • Rodrigo Melhado UFSCar

DOI:

https://doi.org/10.46269/4115.45

Palavras-chave:

Homossexualidades, Teoria Queer, Sexualidade, Mídias Digitais, Heteronoratividade

Resumo

Este artigo é a síntese de minha monografia em que estudei os perfis com fotos de usuários do sítio de encontro entre homens Manhunt.net nas cidades de Araraquara e São Carlos, situadas no interior de São Paulo. Busco desvendar quais os componentes de gênero, geração, classe social, concepções de masculinidades e construção do corpo são acionados no mercado amoroso. O objetivo é compreender os procedimentos envolvidos na construção dos perfis online, bem como seus valores e as convenções de gênero, sexualidade e outros marcadores sociais das diferenças acionados nele. Como referências estudos brasileiros sobre sexualidade, Teoria Queer e pesquisas recentes sobre o uso de mídias digitais.

Biografia do Autor

Rodrigo Melhado, UFSCar

Universidade Federal de São Carlos - UFSCar. Ciências Sociais - Departamento de Sociologia.

Referências

BELELI, Iara. 2012. Amores online. In: Larissa Pelúcio et alli (orgs.), Gênero, sexualidade e mídia: olhares plurais para o cotidiano. Marília: Cultura Acadêmica Editora. p. 56-73.

BRASIL, 2013a. Relatório Anual De Atividades 2012 UFSCar. Disponível em: http://www.ufscar.br/~spdi/Relatorio_Gestao_completo.pdf. Acesso em 16/05/2015.

BRASIL, 2013b. Relatório de Gestão: Quadriênio 2009/2012 UNESP. Disponível em: http://www.fclar.unesp.br/Home/rel_gestao_bizelliamaral_v1.pdf. Acesso em 16/05/2015.

CASTELLS, Manuel. 1999. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra.

FOUCAULT, Michel. 2005. História da Sexualidade I: A Vontade de Saber. São Paulo: Graal.

FRY, Peter. 1982. Da hierarquia à igualdade. In: Para inglês ver: identidade e política na cultura brasileira. Rio de Janeiro: Zahar Editores. pp. 87-115.

ILLOUZ, Eve. 2007. Intimidades congeladas. Buenos Aires, Katz Editores.

___________. 2011. O amor nos tempos do capitalismo. Rio de Janeiro: Zahar.

MISKOLCI, R. 2010. Machos e Brothers: uma etnografia sobre o armário em relações homoeróticas masculinas criadas online. Mimeo.

____________. 2013a. Novas conexões: notas teórico-metodológicas para pesquisas sobre o uso de mídias digitais. Dossiê Cronos UFRN.

____________. 2013b. Negociando visibilidades: segredo e desejo em relações homoeróticas masculinas criadas por mídias digitais. Mimeo.

____________. 2013c. Networks of desire:The Specter of aids and the Use of Digital Media in the Quest for Secret Same-Sex Relations in São Paulo. in: Vibrant – Virtual Brazilian Anthropology, v. 10, n. 1. January to June 2013. Brasília, ABA. Acesso em 16/05/2015. Disponível em <http://www.vibrant.org.br/issues/v10n1/richard-miskolci-networks-of-desire/>.

MOWLABOCUS, Sharif. 2010. Gaydar Culture: gay men, technology and embodiment in the Digital Age. Farnham, Surrey, England ; Ashgate,. MLA Citation.

SANTOS, Luís Henrique Sacchi dos. 2005. Sobre o etnógrafo-turista e seus modos de ver. In: COSTA, Marisa Vorraber; BUJES, Maria Isabel Edelweiss. (Orgs). Caminhos Investigativos III – Riscos e Possibilidades de Pesquisar Na Fronteira. Rio de Janeiro: DP&A. p. 9-22.

SIBILIA, Paula. 2008 O show do eu: a intimidade como espetáculo. Rio de Janeiro: Nova. Fronteira.

ZAGO, Luiz Felipe. 2008. Masculinidades Disponíveis.com: sobre como dizer-se homem gay no ciberespaço. In: Fazendo Gênero 8, Anais. Florianópolis/SC. Simpósio Temático: Discursos, políticas e representações no masculino.

_______________. 2013. Os Meninos - Corpo, gênero e sexualidade em e através de um site de relacionamentos. Tese de doutorado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Publicado

2015-08-14