Estrutura produtiva da indústria de confecção em Goiânia-GO

Autores

  • Selma Maria da Silva

Resumo

A indústria de confecção goiana tem apresentado crescimento expressivo nos últimos anos e buscado avançar na posição de polo de moda no Brasil. Esse ramo de atividade é um dos que mais contribui para o desenvolvimento econômico e geração de emprego no estado de Goiás na atualidade. Tendo em vista sua relevância econômica e social, este estudo tem como objetivo apresentar um panorama geral da estrutura produtiva dessa indústria no município de Goiânia e o perfil dos trabalhadores. A pesquisa é descritiva, com abordagem quantitativa. As informações foram retiradas do banco de dados da RAIS e do Censo. Os resultados revelam que a indústria de confecção em Goiânia apresenta o seguinte panorama: a maioria dos estabelecimentos são microempresas, empregam de um a quatro funcionários. Quanto ao perfil dos trabalhadores, a maioria possui pouca escolaridade e baixa remuneração, as mulheres predominam na atividade.


Palavras-chave: Estrutura produtiva; Indústria de confecção; Vestuário; Goiânia; Brasil.

Referências

ABREU, A. R. de P. O avesso da moda, trabalho à domicílio na indústria de confecção. São Paulo: Mussite, 1986.

ANTUNES, R. Adeus ao trabalho? Ensaios sobre as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho. São Paulo: Cortez, 2008.

AMORIM, E. R. A. No limite da precarização? Terceirização e trabalho feminino na indústria de confecção. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Unicamp, Campinas, 2003.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Bases Estatísticas. Relação anual de informações sociais – RAIS. Brasília, 2010-2015. Disponível em: http://www3.mte.gov.br/rais/2010. Acesso em: out. 2014.

CASTRO, S. D. O arranjo produtivo de confecções da região de Jaraguá-Go. Relatório de Atividades da Rede de Pesquisa em Sistemas Produtivos e Inovai-vos Locais. UFRJ. Instituto de Economia. Março, 2004.

CASTRO, S. D; BRITO L. Dinâmica Produtiva da Indústria de Confecções de Vestuário em Goiás. Goiânia, 2006. Disponível em: http://www.seplan.go.gov.br/sepin/pub/conj/conj7/05.htm. Acesso em: abr. 2014.

CENSO DEMOGRÁFICO. 2010. Características da população e dos domicílios. Rio de Janeiro: IBGE, 2012. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/english/estatistica/populacao/censo2010/caracteristicas_da_populacao/resultados_do_universo.pdfAcesso em: abr. 2014.

GIL, C. A. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2008.

HELOANI, R.; MACÊDO K. B.; CASSIOLOTO, R. O exercício da profissão: características gerais da inserção profissional do psicólogo. In: O trabalho do psicólogo no Brasil. BASTOS, A. V. B.; GONDIM, S. M. (org). Porto Alegre: Artmed, 2010.

LEITE, M. de P. Tecendo a precarização: gênero, trabalho e emprego na indústria de confecções em São Paulo. SP: ANPOCS, 2004.

LIMA, Â. M. de S. As faces da subcontratação do trabalho: um estudo com trabalhadoras e trabalhadores da confecção de roupas de Cianorte e região. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - UNICAMP, 2009.

MARX, K. O capital: crítica da economia política. São Paulo: Abril Cultural, 1983. v. 1.

NUNES, Jordão H; CAMPOS, Andréia F. O setor de confecção em Goiânia: análise da relação entre trabalho doméstico e trabalho domiciliar. Sociedade e Cultura, v. 9, n. 2, p. 237-255, jul/dez. 2006.

PEDROSO, S. Geração de emprego e renda como fator de inclusão social: confecção no município de Goiânia (200-2006). Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Planejamento Territorial) - Universidade Católica de Goiás, 2010.

RECH, Sandra. R. Cadeia produtiva da moda: um modelo conceitual de análise da competitividade no elo confecção. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção). Florianópolis: UFSC, 2006.

RECH, S. R.; COSTA, J. I. P. da. Estrutura da Cadeia Produtiva Brasileira da Moda. Actas de Deseño, Año IV, Vol. 7, Julio 2009, Buenos Aires, Argentina.

SECRETARIA DE ESTADO DE GESTÃO E PLANEJAMENTO DE GOIÁS - SEGPLAN. 2010. Instituto Mauro Borges de estatísticas e estudos socioeconômicos. Disponível em: http://www.imb.go.gov.br/. Acesso em: out. 2014.

VILASBOAS, Jaqueline. P. de O. A capital goiana do jeans: flexibilidade, subcontratação e gênero no setor de confecção do município de Jaraguá-GO. Tese (Doutorado em Ciências Sociais). Campinas: UNICAMP, 2015.

Publicado

2019-11-23